Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades
  • Aula magna na UFSC reúne temas importantes e atuais

    Publicado em 09/08/2017 às 20:44

    Aconteceu hoje, 09, a aula magna com os temas “Liderança e protagonismo feminino em tempos de inovação” e “Inclusão de pessoas com deficiência”. A executive coach e psicóloga, Walérya Carriço; e a advogada e vice-presidente da comissão da OAB/SC dos direitos da pessoa com deficiência, Dagliê Colaço ministraram aula e a secretária Profª Francis Tourinho foi a mediadora.

    Analisando a presença da mulher nas lideranças de empresas e os comportamentos do cotidiano que podem reforçar ou não o protagonismo feminino, Walérya Carriço explicou os processos da construção cultural que interferem nos mecanismos de empoderamento da mulher e de minorias sociais. A executive coach também explicou que “é necessário ouvir a todas/os para que incentivar e melhorar o protagonismo feminino nas Universidades”.

    Diversas leis brasileiras de inclusão garantem os diretos das pessoas com deficiência. Durante a apresentação da aula, Dagliê Colaço explicou estas leis e as normas da ABNT que garantem a acessibilidade nos espaços públicos e privados. Nas Universidades, a advogada comenta sobre as mudanças necessárias para um ambiente mais inclusivo. “As barreiras sociais são vencidas juntos. O comportamento dos alunos sem deficiência precisa mudar, os professores precisam pensar no trabalho deles, em como uma aula pode ser mais inclusiva e acessível. Os pais, a sociedade e o aluno precisam estar juntos” explica.

    A vice-reitora, Profª Alacoque Lorenzini Erdmann e o reitor, Luiz Cancellier, também estiveram presente na aula. O reitor, em sua fala, afirmou a importância dos temas discutidos na aula magna para a UFSC. “A escolha dos temas desta aula tem a ver com as políticas que estamos implementando na Universidade através da Secretaria de Ações Afirmativas.”


  • Publicado em 07/08/2017 às 15:07


  • Transmissão ao vivo da aula magna sobre protagonismo feminino e inclusão de pessoas com deficiência

    Publicado em 04/08/2017 às 16:59

    A aula magna sobre “Liderança e protagonismo feminino em tempos de inovação” e “Inclusão de pessoas com deficiência” que acontecerá no dia 9 de agosto, quarta-feira, das 14 às 16h, será transmitida ao vivo. Os interessados devem entrar na página do centro de cultura e eventos e clicar no “evento ao vivo”, localizado no canto superior direito, que irá baixar um link para o acesso pelo Media Player.

    O encontro presencial será no Auditório Garapuvu, do Centro de Cultura e Eventos da UFSC, e contará com a participação de Walérya Carriço e Dagliê Colaço.

     


  • SAAD recebe Profª Nilma Lino Gomes

    Publicado em 03/08/2017 às 22:18

    A Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades recebeu hoje, 03, a Profª Nilma Lino Gomes, pesquisadora do programa de Ensino, Pesquisa e Extensão Ações Afirmativas na UFMG,  para apresentar as Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades e conversar sobre as ações afirmativas na Universidades. Estavam presentes na reunião, a secretária da SAAD, Profª Francis Solange Vieira Tourinho; o Diretor Administrativo, Marcelo Tragtenberg; a professora Glenda Cristina Valim de Melo, da UNIRIO; a Profª Aparecida de Jesus Ferreira, da UEPG e Ana Carolina S. Moreira, da ouvidoria da UFGD.

    Além de tratarem sobre as ações afirmativas, também foram apresentados projetos e discutido sobre as ações necessárias para que as Universidades tenham mais inclusão e diversidades. “Nós, que lidamos com as ações afirmativas, precisamos nos unir e criar parcerias.”, afirmou Profª Nilma.

    Sobre Nilma Lino Gomes

    Pedagoga e mestra em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais, doutora em Antropologia Social pela USP e pós-doutora em Sociologia pela Universidade de Coimbra, a pesquisadora foi primeira mulher negra a ser reitora de uma universidade federal no Brasil, ao assumir o cargo pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira – UNILAB. Também foi Ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial -SEPPIR e do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial, da Juventude e dos Direitos Humanos  do governo da presidenta legitimamente eleita, Dilma Rousseff.

     


  • Encontro com Diversidades

    Publicado em 03/08/2017 às 21:50

    Nesta quinta-feira, 03, a secretária de Ações Afirmativas e Diversidades, Francis Solange Vieira Tourinho, se encontrou com a pró-reitora de pesquisa da Universidade de Quebec (Université du Québec), Chamain Levy e a vice-reitora Amalia Uamusse, da Universidade Eduardo Mondlane de Maputo, em Moçambique. O reitor, Luiz Cancellier; a vice-reitora, Profa. Alacoque Lorenzini Erdmann; a coordenadora geral do Fazendo Gênero, Miriam Grossi ; e o pró-reitor de Graduação, Profº Sérgio Freitas também participaram.

    Além de conversarem sobre as diversidades nas Universidades, a secretaria da SAAD, Francis Tourinho, também apresentou a Secretaria e explicou qual o papel que esta desenvolve na UFSC. A pró-reitora Chamain Levy, falou sobre o projeto de equidade de gênero para servidores técnicos e docentes da Universidade de Québec, que estipula uma meta de igualdade de gênero no número de servidores presentes ali.

    Amalia Uamusse, apresentou o 14º Congresso Mundos de Mulheres, que acontecerá em 2020 na cidade de Maputo, em Moçambique. 


  • Secretaria de Ações Afirmativas se reúne com diretor da Universidad Complutense

    Publicado em 03/08/2017 às 21:20

    O diretor da unidade de Apoio a Diversidade e Inclusão (Apoio a la Diversidad), José Ignacio Pichardo Galán, da Universidad Complutense de Madrid (UCM), se reuniu com a secretária de Ações Afirmativas e Diversidades, Profª Francis Solange Vieira Tourinho e o Diretor Administrativo, Marcelo Tragtenbeg, na tarde desta quarta-feira, 02.

    Criada em abril de 2016, a unidade de apoio exerce a função de promover e apoiar as diversidades da comunidade universitária. O objetivo da reunião, foi o intercâmbio de experiências e a parceria entre a SAAD/UFSC e UCM, já que ambas possuem projetos de inclusão e apoio a diversidade.

    Também participaram da reunião professores da Univesidade Federal de Uberlândia, professores da Unesp do campus de Assis/SP e representante do Conselho Federal de Psicologia que tinham interesse na área de diversidades.


  • SAAD recebe estudantes indígenas, quilombolas e negros

    Publicado em 03/08/2017 às 21:04

    Nesta terça-feira, 01, a SAAD recebeu os estudantes indígenas, quilombolas e negros que ingressaram por vagas suplementares, para dar as boas-vindas e apresentar da UFSC. O reitor, Luiz Carlos Cancellier, deu as boas-vindas e apresentou as Diversidades na UFSC e contou sobre o percurso de criação da SAAD. 

    A secretaria Francis Solange Vieira Tourinho, apresentou a Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades e as Coordenadorias que fazem parte da SAAD. Além disso, a Profª Francis também apresentou os estagiários e a servidora da Coordenadoria de Relações Étnicos-Raciais (CRER), órgão vinculado a Secretaria e que trata de assuntos relacionados aos estudantes indígenas, quilombolas e negros.

    O Programa Experimental de monitoria para os estudantes indígenas, que começa neste segundo semestre de 2017, foi divulgado para os participantes do evento. Este é um projeto da SAAD em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão (ProEx), a Secretaria de Planejamento e Orçamento (Seplan) e a Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) e visa proporcionar a integração e contribuir para a permanência dos estudantes indígenas na Universidade.

    O diretor de Assuntos Estudantis da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae), Ruy Tadeu Mambrini Ribas, que estava no evento apresentou a estrutura da PRAE, os programas de assistência como Auxílio CrecheBolsa Estudantil UFSCBolsa Permanência MECMoradia Estudantil  e outros. A Coordenadora de Avaliação e Apoio Pedagógico, Soraia Selva da Luz, apresentou o Programa Institucional de Apoio Pedagógico aos Estudantes; o pró-reitor de Graduação, Alexandre Marino Costa, também estava presente para dar as boas-vindas ao estudantes.

    Com a presença dos coordenadores dos cursos de Licenciatura Intercultural Indígena, Pedagogia, Medicina, Relações Internacionais e Administração e alguns professores, os estudantes tiveram a oportunidade de conhecê-los e os professores e coordenadores de se informar e tirar dúvidas sobre os locais de assistência que podem recorrer durante os anos letivos com os alunas/os.

     

     

     


  • Resultado: Processo seletivo para a isenção do pagamento dos cursos extracurriculares de língua estrangeira

    Publicado em 03/08/2017 às 18:11

    Conforme os Editais nº 02 e 03/SAAD/2017 publicados anteriormente, a SAAD divulga o resultado do processo seletivo para a obtenção de isenção do pagamento dos cursos extracurriculares para os estudantes indígenas e quilombolas, dos cursos de graduação e pós-graduação.

    Dos estudantes indígenas:

    Os estudantes podem conferir o resultado aqui.

    Dos estudantes quilombolas:

    Os estudantes podem conferir o resultado aqui.

    Lembrando que a obtenção da isenção não garante a vaga no curso ou turma ao estudante indígena ou quilombola, visto que as matrículas para todos os cursos devem ser feitas pelo próprio estudante no segundo semestre de 2017, via internet, pelo site www.cursosextra.com, seguindo as normas estabelecidas pelo DLLE/CCE.


  • Cronograma de Validação da Autodeclaração de Renda – 13ª chamada do Vestibular UFSC e 11ª chamada do SISU/UFSC 2017

    Publicado em 03/08/2017 às 13:31

    Conforme o Edital nº28 da 13ª chamada do Vestibular 2017 e Edital nº 29  da 11ª chamada do SISU 2017, está disponível o cronograma de validação de renda que acontecerá na próxima  quinta-feira,  10/08 O candidato deve ficar atento a data, local e horário da validação de autodeclaração de renda do seu respectivo Campus. É necessário também que o candidato compareça com todos dos documentos exigidos.

    Os formulários e documentos necessários estão disponíveis no site equidade.saad.ufsc.br/ e no anexo I da Portaria nº 02 – SISU e anexo I da Portaria nº 01 Vestibular 2017.

    Caso o candidato tenha dúvidas, entrar em contato com a SAAD pelos telefones 3721-4268/6226.

     

    CRONOGRAMA DE VALIDAÇÃO DE AUTODECLARAÇÃO DE RENDA PARA TODOS OS CURSOS 
    Data: 10/08/2017 (quinta-feira)

    Florianópolis

    Local: SAAD, Piso Térreo da Reitoria.

    Horário: 13h às 16h.

    Informações: (48) 3721-6226

    Araranguá

    Horário: 8h30 às 11h.

    Informações: (48) 3721-2171

    Blumenau

    Horário: 9h às 12h.

    Informações: (48) 3721-3359

    Curitibanos

    Horário: 13h30 às 16h30.

    Informações: (48) 3721-2188

    Joinville:

    Horário: 13h30 às 16h30.

    Informações: (48) 3721-6260.


  • 13º Congresso Mundos de Mulheres e 11º Fazendo Gênero

    Publicado em 01/08/2017 às 15:43

     

    Coletivo Odara.

    Aconteceu nesta segunda-feira, 31, a abertura oficial do 13º Congresso Mundos de Mulheres e o 11º Fazendo Gênero, que está sendo sediado na Universidade Federal de Santa Catarina. O evento está reunindo mais de 8 mil mulheres e conta com uma programação extensa que se encerra na sexta-feira, 04.

    O coletivo Odara se apresentou no evento de abertura, recitando poemas e canções que diziam sobre as vivências das mulheres. As mulheres indígenas também se apresentaram, reivindicando às demarcações de terras dos povos indígenas e visibilidade para as causas das mulheres indígenas.

    Na mesa de abertura estavam presentes a deputada Ana Paula Lima, representando a Assembleia Legislativa de Santa Catarina, a reitora do Instituto Federal de Santa Catarina, Maria Clara Schneider, Julice Dias, representando a Universidade Estadual de Santa Cataria, o reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Luiz Carlos Cancellier de Olivo, a representante da coordenadoria geral do evento, Cristina Woff e a coordenadora da Marcha Mundial de Mulheres, Graça Samo.

    Durante sua fala, Cristina Woff deu as boas-vindas as participantes e explicou o trajeto para a construção do evento e a importância do debate em um período delicado da política atual. “Uma grande conquista deste Congresso Mundo de Mulheres é o encontro entre a academia e os movimentos feministas e de mulheres”, afirma.

    Mulheres Indígenas.

    Dentre os temas que cruzam as discussões de gênero como etnia, saúde, política, religião e outros, Graça Samo destacou a pouca reflexão sobre a agroindústria e alimentação. “Estamos a comer veneno. Veneno que vem da semente, veneno que vem do agrotóxico. E dizemos que a luta é das mulheres trabalhadoras de campo, e nós estamos onde?”, disse a coordenadora da Marcha Mundial de Mulheres. Além disso, Samo também destacou as questões de militarização, as conjunturas políticas e lembrou do Dia da Mulher Africana (31).

    Mesa de abertura. (Dir. à Esq.) Maria Clara Schneider, Cristina Woff, Luiz Cancellier, Julice Dias, Ana Paula Lima, Graça Samo.

    A SAAD também foi destaque na abertura. O reitor Luiz Cancellier, falou sobre a trajetória da construção e implementação da Secretaria. “A atual gestão da UFSC, entende que, apesar de ser comum a fala que a Universidade não é uma ilha, a mesma não pode ser um espelho dos preconceitos alicerçados na questão de gênero existentes na sociedade e que contribui para um mundo de discriminação e violência. A partir deste entendimento, criamos aqui, por uma construção coletiva, a SAAD, com a missão de desenvolver ações institucionais, pedagógicas e acadêmicas direcionadas as ações afirmativas e a valorização das diversidades na universidade.”, explica. O reitor também destacou a pesquisa feita pela Secretaria que reuniu os dados de gênero/sexo da comunidade universitária e que pode ser consultada aqui.

     


  • SAAD realiza recepção de indígenas, quilombolas e negros das vagas suplementares

    Publicado em 28/07/2017 às 13:39

    A Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD/UFSC) irá realizar a recepção dos calouros das vagas suplementares Indígenas, Quilombolas e Negros do segundo semestre de 2017. O evento acontecerá na próxima terça-feira, 01, no auditório do CCJ, às 18h.

    O reitor Luiz Luiz Carlos Cancellier de Olivo, a secretária de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD), Francis Solange Vieira Tourinho, o pró-reitor de Graduação, Alexandre Marino Costa (PROGRAD) e o pró-reitor de Assuntos Estudantis, Pedro Luiz Manique Barreto (PRAE) estarão presentes. Os coordenadores e professores das fases iniciais também foram convidados à participar da recepção.

    O evento acontece para dar as boas-vindas e orientar os estudantes quanto aos assuntos acadêmicos, procedimentos, auxílios permanecia, locais de assistência, além de apresentar a Universidade de forma geral.

     


  • Gênero na UFSC: Dados da comunidade universitária.

    Publicado em 27/07/2017 às 14:32

    Sexo/Gênero na UFSC

    É pouco conhecida a composição por sexo/gênero dos estudantes de graduação, pós-graduação, docentes e técnico-administrativos das universidades, em particular a UFSC.

    A Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD) através da Coordenadoria de Diversidade Sexual e Enfrentamento da Violência de Gênero (CDGEN) buscou esses dados, que foram sistematizados pelo Setor de Apoio a Pesquisas e Projetos da SAAD. Abaixo temos representações gráficas, tabelas que podem ser baixadas e uma breve descrição dos dados de sexo/gênero na comunidade universitária da UFSC.

    De forma geral, a comunidade universitária da UFSC demonstra um equilíbrio de gênero, onde das 44.735 pessoas temos 51,4% de homens e 48,6% de mulheres.

    Mas quando olhamos por segmento da comunidade universitária, ou mesmo por centros e unidades da UFSC, aparece um cenário diferente e complexo. Há áreas de concentração com grande predominância masculina ou feminina e áreas de equilíbrio de sexo/gênero.

    De forma geral, há forte concentração masculina nas ciências exatas (CFM) e engenharias (CTC, Joinville e Araranguá), e intensa concentração feminina nas áreas de educação (CED) e saúde (CCS).

     

    Estudantes de Graduação:

    Entre os estudantes de graduação presencial há mais homens (16.722) do que mulheres (15.046). Mas a diferença seria revertida em favor das mulheres caso o CTC fosse tomado à parte, pois esse centro responde pelo maior público masculino em termos absolutos, já que de seus 6.616 discentes 4.719 são homens.

    Proporcionalmente também o CDS e o campus de Joinville têm grande maioria masculina. Por outro lado, o CED apresenta a maior disparidade na distribuição por sexo, porque para cada estudante homem há mais de três mulheres; e elas também são mais do que o dobro no CCS, onde a razão é de 2,65 para um. Sobre o registro de nome social na graduação em maio de 2017, havia 4 formados e 17 com matrícula regular.

     

     

     

    Estudantes de Pós-Graduação:

    Há mais pós-graduandas (3.886) que pós-graduandos (3.432).

    Nos centros de Saúde, Educação, Comunicação e Expressão, Ciências Biológicas predominam as mulheres. Somente o Centro Tecnológico e o de Ciências Físicas e Matemáticas têm predominância masculina e, mesmo assim, menor do que na graduação no caso do CTC. Em nove dos quinze centros há mais estudantes mulheres do que homens. A maior diferença proporcional ocorre no CCS, onde elas são o quádruplo deles.

     

     

    Servidores técnicos:

    As mulheres são maioria no segmento dos Servidores Técnico-Administrativos em Educação da UFSC, superando os homens em 338 pessoas (1.777 mulheres para 1.439 homens).

    A maior parte dessa diferença pode ser explicada pela preponderância feminina no Hospital Universitário, que é o setor com maior lotação de servidores na UFSC e onde os homens não chegam a perfazer um terço do total da força de trabalho. Em contrapartida, na Pró-Reitoria de Administração – segundo maior setor – há mais de quatro homens para cada mulher.

    Em 20 dos 36 setores de lotação há mais mulheres ocupando cargos na carreira técnica.

     

     

     

     

    Servidores docentes:

    O corpo docente é majoritariamente masculino: há 371 professores a mais do que professoras num universo de 2.433.
    O centro com o maior percentual de homens no exercício de atividades de ensino é o CFM (83,7%). Contudo, o CTC é o local que mais contribui para a preponderância masculina no segmento, por ter o maior corpo docente da universidade, somando 374 pessoas, sendo que os homens são 81%. Ademais, também em Blumenau e Joinville os homens são mais do que o dobro das mulheres na docência. As professoras são maioria somente no CCE, no CCS e no CED.

     

     

     


  • Edital para isenção do pagamentos dos cursos extracurriculares de língua estrangeira: indígena e quilombola

    Publicado em 26/07/2017 às 14:58

    A Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades, divulga os Editais que estabelecem as normas para a inscrição no processo seletivo destinado aos estudantes indígenas e quilombolas regularmente matriculados na UFSC, nos cursos de graduação e pós-graduação ingressantes pela Política de Ações Afirmativas, para a obtenção da isenção do pagamento dos cursos extracurriculares de línguas estrangeiras para a modalidade presencial. Esta é a primeira vez que a SAAD oferece a isenção para os estudantes quilombolas.

    Os interessados devem se inscrever até o dia 03/08/17 às 12h, conforme estabelecido nos Editais. A obtenção da isenção não garante a vaga no curso ou turma ao estudante indígena ou quilombola, visto que as matrículas para todos os cursos devem ser feitas pelo próprio estudante no segundo semestre de 2017, via internet, pelo site www.cursosextra.com, seguindo as normas estabelecidas pelo DLLE/CCE.

    O estudante indígena que tiver interesse deve acessar o Edital nº002/SAAD/2017 aqui.

    Já o estudante quilombola deve acessar o Edital nº003/SAAD/2017 aqui.


  • Publicado em 25/07/2017 às 21:24


  • Cronograma de Validação da Autodeclaração de Renda – 12ª chamada do Vestibular UFSC e 10ª chamada do SISU-UFSC 2017

    Publicado em 21/07/2017 às 20:17

    Conforme o Edital nº26 da 12ª chamada do Vestibular 2017 e Edital nº 27  da 10ª chamada do SISU 2017, está disponível o cronograma de validação de renda que acontecerá na próxima  quinta-feira,  27/07. O candidato deve ficar atento a data, local e horário da validação de autodeclaração de renda do seu respectivo Campus. É necessário também que o candidato compareça com todos dos documentos exigidos.

    Os formulários e documentos necessários estão disponíveis no site equidade.saad.ufsc.br/ e no anexo I da Portaria nº 02 – SISU e anexo I da Portaria nº 01 Vestibular 2017.

    Caso o candidato tenha dúvidas, entrar em contato com a SAAD pelos telefones 3721-4268/6226.

     

    Cronograma de atendimento de Validação da Autodeclaração de Renda
    DATA: 27/07/2017 (quinta-feira)

    Florianópolis

    Local: SAAD, Piso Térreo da Reitoria.

    Horário: 8h30 às 11h / 13h30 às 16h.

    Informações: (48) 3721-6226.

    Araranguá

    Horário: 8h30 às 11h.

    Informações: (48) 3721-2171.

    Blumenau

    Horário:  8h30 às 11h.

    Informações: (48) 3721-3359.

    Curitibanos

    Horário: 8h30 às 11h30.

    Informações: (48) 3721-2188.

    Joinville

    Horário: 13h30 às 16h.

    Informações: (48) 3721-6260.